AMIC e seus parceiros Univel, Sicoob e Naturalíssima trazem a palestra da Daiana Garbin

Mantenha-se Informado

Confira abaixo:

AMIC e seus parceiros Univel, Sicoob e Naturalíssima trazem a palestra da Daiana Garbin

Vem conversar com a Daiana Garbin! Informações e ingressos pelos telefones (45) 3036-5636 ou (45) 3322-0090.

postado em: 11 abril 2018

É jornalista e escritora. Trabalhou por 8 anos como repórter de televisão da Rede Globo. Em abril de 2016, pediu demissão para criar o “EuVejo”. Site e canal na internet sobre o sofrimento imenso e silencioso que as mulheres escondem de todo mundo: a relação de vergonha do corpo e descontrole com a comida. Relação que gera uma sensação de fracasso e insuficiência em todos os aspectos da vida. 

Daiana passou 22 anos em guerra com o próprio corpo e com a alimentação. Sentia-se inadequada e fracassada. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Passou por três cirurgias plásticas e ficou viciada em remédios para emagrecer, sempre acreditando que um corpo cada vez mais magro lhe traria segurança, paz e felicidade. Só depois de anos de sofrimento, descobriu que a relação doentia com o corpo não era vaidade, nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, Daiana decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio. Escreveu o livro “Fazendo as pazes com o corpo” e tem ajudado milhares de pessoas a enxergar que enquanto não houver consciência de que você pode ser vítima de sua própria sensação de fracasso, inadequação e culpa, você vai continuar perdendo inúmeras oportunidades em sua vida. E, principalmente, que o valor de uma mulher NÃO está na aparência.

 

E o que isso tem a ver com o mundo corporativo? 

Absolutamente tudo! Esses medos e frustrações nos impedem de deslanchar. Lembra-se daquela ideia incrível que você não apresentou por achar que não era capaz? Então, outra pessoa agiu e conseguiu ser promovida. Também ajuda as pessoas a aceitarem as próprias vulnerabilidades: precisamos tirar a vida do piloto automático de pensar todos os dias que somos inadequados, incapazes, inferiores, insuficientes. Autorejeição e autodepreciação não levam a lugar nenhum.

 

E VOCÊ: QUER SER ESPECTADOR, COADJUVANTE OU PROTAGONISTA?

Vem conversar com ela!

 

Valor para associado: R$ 50,00 e para não associado: R$ 60,00. Solicite na AMIC pelo telefone (45) 3036-5636 ou na Naturalíssima (45) 3322-0090.

 

Deixe seu comentário