SEJA UM ASSOCIADO
É FÁCIL.
É ACESSÍVEL.
É AMIC.
mai
12

Como o ramo de panificação pode melhorar o desempenho na crise?

O ramo de panificação está entre os mais impactados pela crise ocasionada pelo novo coronavírus. Isso porque, apesar de ser considerada uma atividade essencial no fornecimento de alimentos, parte da população reduziu a frequência de ida a esse negócio típico de bairro. Para discutir os desafios e oportunidades decorrentes disso, o Sebrae realizou uma Live com convidados Emerson Amaral, consultor especialista em panificação da Ideal Consultoria, e Marcos Felinto, diretor comercial da Cielo. Confira abaixo o resumo que o Sebrae preparou com o conteúdo da Live e assista o bate-papo completo em vídeo!
 

Como está o cenário de faturamento dos pequenos negócios nesse momento?

O Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA) mostra que o ramo de alimentação sentiu muito impacto. Porém, é também um setor com bastante oportunidade, pois as padarias são serviços essenciais. No geral, acontece um movimento de reinvenção para todos os setores da economia, mas há formas de se fortalecer, com base em informações e ferramentas práticas. A dica da Cielo é acompanhar o ICVA e outras soluções online, disponíveis em https://www.cielo.com.br/movimenta.
 

O quanto a crise pelo novo coronavirus afetou as padarias?

As padarias atuavam 80% offline e estão precisando reverter para o modelo online. O departamento de serviços de alimentação era o que mais crescia dentro da padaria e ele precisou ser interrompido. Isso impactou muito o negócio de panificação, que está precisando se reinventar rapidamente.

Como se atentar ao consumidor nesse momento?

O desafio é gerar um aprendizado dentro das padarias e realizar ações criativas. A proximidade com o cliente e o atendimento personalizado podem ser soluções interessantes. Nem todas as padarias têm um cadastro completo de seus consumidores, pois o público cativo era muito presencial. Nesse caso, uma saída é buscar o contato com as pessoas que moram na proximidade do estabelecimento, por exemplo, via avisos nos prédios e caixas de correio das casas. Muitas padarias voltam então à vizinhança e participam de grupos, aceitando encomendas no WhatsApp e entregando nas proximidades e no próprio bairro. Muito alinhado com o movimento Compre do Pequeno.

As empresas de panificação estão aderindo aos aplicativos?

Antes mesmo da pandemia, as empresas já estavam utilizando os aplicativos, agora isso se intensificou ainda mais. O número de empresas de panificação que aderiu à venda por aplicativos aumentou devido a necessidade de se adapatar as novas formas de vender durante o isolamento. Isso não vai fazer com que a loja física das padarias deixe de existir, mas é importante que a empresa esteja presente em diferentes meios de venda.

Fonte: Portal Sebrae (https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/como-o-ramo-de-panificacao-pode-melhorar-o-desempenho-na-crise,d164d29365ac1710VgnVCM1000004c00210aRCRD)