SEJA UM ASSOCIADO
É FÁCIL.
É ACESSÍVEL.
É AMIC.
abr
01

BRDE anuncia R$ 1,3 bilhão para apoiar retomada da economia

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anuncia a criação de um programa de apoio aos empreendedores do Sul do Brasil, impactados pela pandemia de coronavírus. Por meio do Programa Recupera Sul, o BRDE vai injetar R$ 1,3 bilhão na economia do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná nos próximos 6 meses.

No Paraná serão disponibilizados R$ 670 milhões, montante já confirmado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, dentro de um conjunto de ações para estimular a atividade econômica e preservar emprego e renda dos paranaenses.

O anúncio do novo programa Recupera Sul foi feito junto com a apresentação do desempenho do banco em 2019, que registrou resultado histórico. As operações totalizaram R$ 2,47 bilhões que, somados às contrapartidas dos próprios empreendedores, viabilizaram investimentos de R$ 2,9 bilhões na Região Sul.

PROTEGER E SOCORRER - O Programa Recupera Sul pretende proteger ou socorrer empresas dos principais setores afetados pela crise, com redução de taxas de juros, simplificação de processos, flexibilização de garantias e pulverização do crédito por meio de entidades parceiras.

"Fizemos um esforço para que o crédito chegue rapidamente a quem precisa, ajudando a reduzir os impactos dessa crise na economia do Sul", comenta o diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski.

Segundo ele, o programa foi aprovado pela diretoria em tempo recorde, porque ainda não é possível prever a duração e o impacto da crise na economia do Sul e de todo o país. 

O objetivo do programa é financiar micros, pequenos e médios empreendedores do Estado, com foco nos setores mais atingidos pela crise, como turismo, economia criativa, prestação de serviços, alimentação, além das empresas que já são clientes.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná